Poeta arcoverdense homenageia menina que salvou livros da enchente na Mata Sul


A imagem da menina Rivânia, de 8 anos, em cima de uma jangada abraçada a um saco de livros no colo, tem comovido o mundo. Quando a enchente da semana passada invadiu a casa da criança, a avó recomendou que ela salvasse das águas o mais importante. Ela salvou... os seus livros! Deixou para trás roupas, brinquedos e o que mais poderia ser importante para uma menina dessa idade.

Inspirado nessa emocionante história, o poeta, professor e cronista, Carlos Alberto Cavalcanti, aqui de Arcoverde, escreveu o "Poema para Abraçar Rivânia" (imagem acima). Na homenagem, ele relata as belezas e riquezas da Mata Sul pernambucana, destacando São José da Coroa Grande, município onde vive a menina Rivânia.

Na sequência, o professor destaca as fortes chuvas e enchentes, além da destruição e incertezas dos moradores daquela região. Na última estrofe do texto, Carlos se volta para a história da criança que salvou os seus livros, como demonstração de esperança num futuro melhor.

"Oh, Mata Sul, de esperança vais na jangada que vira arca em meio ao dilúvio, tábua de salvação para Rivânia, menina guerreira que reza abraçada à sacola de livros, na riqueza, seu futuro, o sonho infantil que a água não levou, que a lágrima lavou no rosto de (rio) Vânia, esperançosa criança que abraça livros como quem abraça vidas".

O poema - que está correndo as redes sociais e tem emocionado muitas pessoas, tanto pela história, quanto pelas palavras do poeta - também foi enviado pelo professor Carlos ao chefe de gabinete do governador de pernambuco. Ele sugeriu que o poema fosse entregue à Rivânia durante visita oficial do chefe do executivo estadual à menina e sua família na última semana. A nossa reportagem teve acesso ao conteúdo enviado e à resposta recebida pelo docente.

"Ilmo. Sr. Chefe de Gabinete:
João Henrique de Andrade Lima Campos

Por gentileza, faça chegar, ao governador Paulo Câmara, o poema em anexo, para que ele possa entregar à menina RIVÂNIA, em sua visita a ela e às pessoas daquela área atingida pelas chuvas. É minha homenagem a ela, como educador e cidadão pernambucano. A você, meu caro, felicidades, saúde e paz!

Prof. Carlos Alberto de Assis Cavalcanti
Centro de Ensino Superior de Arcoverde - PE".

Resposta enviada ao professor pela assessora da agenda do governador:

"Bom dia, Prof. Carlos Alberto!

Gostaríamos de agradecer o gesto afetuoso ofertado através de sua belíssima poesia. Ela foi entregue à menina Rivânia pelo Governador, conforme sugerido, durante visita pessoal ocorrida na data de ontem.

Atenciosamente, 
Edineide Carvalho 
Assessoria da Agenda 
Coord. de Apoio Administrativo 
Gabinete do Governador do Estado de Pernambuco".

Saiba mais sobre esse caso:

Fugindo da enchente, menina pernambucana escolhe salvar livros e comove as redes

Rivânia, resgatada da enchente em uma jangada, e a mochila com os livros.
(Foto: Valter Rodrigues/Blog do Tenório Cavalcanti).

A foto de uma menina de 8 anos sendo resgatada de uma enchente no interior de Pernambuco em uma jangada e agarrada a uma mochila está comovendo as redes sociais. Quando a enchente invadiu a casa da criança, identificada apenas como Rivânia, a avó recomendou que ela salvasse das águas o mais importante.

A menina correu e colocou todos os seus livros dentro de uma mochila colorida, deixando para trás brinquedos e roupas. Ajoelhada na jangada, Rivânia aparece nas fotos abraçada com a mochila. De acordo com testemunhas, a criança ficou assim até que todos estivessem salvos: ela e os livros.

Criada pelos avós Maria Ivânia e Eraldo Luís, Rivânia mora no distrito de Várzea do Una, no município de São José da Coroa Grande, Zona da Mata Sul de Pernambuco. Às margens do Rio Una, essa é uma das das 24 cidades do estado em situação de emergência devido às chuvas que estão caindo sobre o Nordeste.

Segundo informações da Prefeitura de São José da Coroa Grande, a família já voltou para a sua residência, mas está em situação precária. Eles moram no imóvel há três anos e essa teria sido a primeira vez em que foram atingidos por uma enchente. Agora, passado o susto, eles pensam em deixar o local.

Nas redes sociais, várias pessoas elogiam a atitude da menina e ainda falam em ajuda:

“A melhor de todas as imagens. Que Deus possa iluminar os caminhos dessa criança, colocando-lhe a fé o amor e a sabedoria. Ela já é uma guerreira.”

“As crianças são o futuro desse Brasil! Que Deus te abençoe, e proteja todos os que estão precisando de ajuda nesse momento tao difícil.”

“E a lágrimas não para de cair . Aqui em Barra de Sirinhaém não teve enchentes mas eu sinto a dor dos meus coleguinhas das cidades vizinhas. O cenário de guerra é desolador.”

“Essa merece um livro em sua homenagem, intitulado "A menina que salvava livros"

As chuvas em Pernambuco atingiram mais de 40 mil pessoas, sendo 39.725 desalojados e 3.560 desabrigados. Cinco pessoas morreram. Conforme balanço da Defesa Civil, 24 municípios do estado estão em estado de emergência. (Fonte: Portal O Globo).

Por Zalxijoane Lins.
Imagem de Capa: Facebook/Carlos Alberto de A. Cavalcanti.
(Ao copiar informações daqui, favor inserir os créditos.

Nenhum comentário

De 1ª Categoria - O Seu Melhor Programa, com Zalxijoane Lins . Tecnologia do Blogger.