Moradores denunciam obras paralisadas em ruas do bairro São Cristóvão


A denúncia se repete! Obras paralisadas, água acumulada, mal cheio, entulhos de material de construção... Tudo isso em ruas movimentadas do bairro mais populoso de Arcoverde, o São Cristóvão. As ruas são a Cícero Monteiro de Melo, a Emídio de Miranda e a Capitão Budá. Todas de extrema importância, pois têm instalado ali o CAPS AD III e também servem de caminho entre o Centro da cidade até a faculdade.

A nossa reportagem recebeu a denúncia de vários moradores que - assim como todos os outros da área - estão se sentindo prejudicados com a situação e o descaso.

Segundo os moradores, muitas ruas do bairro São Cristóvão estão com obras paralisadas depois da passagem do governador pelo município. (Foto: Moradores/Via WhatsApp).

Um dos moradores (nenhum deles quis se identificar) contou que as obras começaram pouco antes da vinda do governador do estado, Paulo Câmara (PSB), ao nosso município, no último dia 25 de março. "Eles começaram a ajeitar porque o governador ia passar por aqui. Todo um arrumadinho nas ruas nos dias que antecipavam sua visita à cidade e, logo após, o abandono dos trabalhos. A população que sofra com a imundíce, entulhos e, pra piorar, restos de material. Queremos saber porque começaram e não concluíram".

As ruas estão com acúmulo de água, lama e muita sujeira. (Foto: Moradores/Via WhatsApp).     
Procuramos saber quais os outros transtornos causados por mais essa obra paralisada. O que outra moradora nos respondeu. "Carros não podem passar e, muitas vezes, também impossibita até os pedestres passarem. Motos fazer malabarismo pra conseguir passar, além do acúmulo de água, lama e muita sujeira. E tem mais um detalhe muito grave: a maioria das luzes dos postes está queimada. Quer dizer, além de tudo, sofremos também com a falta da iluminação, aumentando ainda mais o perigo no local".

Trecho da rua Cícero Monteiro de Melo, nas proximidades do Caps AD III, no bairro São Cristóvão. Caminho que liga o Centro à faculdade. (Foto: Moradores/Via WhatsApp).
Os moradores também informaram que, caso algum morador precise da ajuda do SAMU, ou de qualquer outro serviço de saúde de emergência, os carros têm que dar a volta para chegar, deixando o socorro mais demorado. Enviamos a denúncia à assessoria de imprensa da prefeitura municipal e estamos aguardando o retorno.

Trecho que liga as ruas Emídio de Miranda, Cícero Monteiro de Melo e Capitão Budá.
(Foto: Moradores/Via WhatsApp).

Obras paralisadas prejudicam até entrada e saída de veículos nas ruas do bairro São Cristóvão. (Foto: Moradores/Via WhatsApp).
Outra denúncia - No último dia 21 de março, também denunciamos aqui no De 1ª Categoria - também no bairro São Cristóvão - um esgoto a céu aberto e obras paralisadas na rua Cristóvão Colombo. O problema do esgoto foi resolvido no dia seguinte, após a denúncia. Já os buracos continuam abertos, acumulando água, lama e mau cheiro.

Por Zalxijoane Lins.
Fotos: Moradores/Via WhatsApp.
(Ao copiar daqui - fotos e textos - favor inserir os créditos).

Nenhum comentário

De 1ª Categoria - O Seu Melhor Programa, com Zalxijoane Lins . Tecnologia do Blogger.