Prefeitura de Arcoverde mata árvore na Praça da Bandeira para facilitar vista de camarote oficial


Com direito a uso de serra elétrica, machado e arrogância, a prefeitura de Arcoverde, através da Secretaria de Serviços Públicos e, veja bem o segundo nome, Meio Ambiente, promoveu um verdadeiro crime ambiental em pleno coração da cidade, na Praça da Bandeira, ao colocar no chão uma árvore com várias décadas de vida.

Funcionários da prefeitura "arrancam" árvore na Praça da Bandeira.
(Fotos: Bruno Lumba).
Hoje pela manhã, de forma a facilitar a instalação do camarote da prefeita para o São João que está previsto para começar no próximo dia 22 de junho, a tal Secretaria de Meio Ambiente promoveu a morte de um pé de castanhola que existia há mais de 30 anos ao lado da loja Vidrex. Todos os anos a árvore era apenas podada para permitir a subida das estrutura dos camarotes, mas desta vez a ação foi mais radical e a prefeitura deixou apenas um "toco" da árvore.

Funcionários da prefeitura "arrancam" árvore na Praça da Bandeira.
(Fotos: Bruno Lumba).


Imagem feita na noite desta segunda-feira (11) mostra o que sobrou da árvore.
(Foto: Reprodução/WhatsApp).
A árvore ficava exatamente ao lado do camarote da prefeita de Arcoverde, Madalena Britto (PSB), e para facilitar a visão dos “convidados”, acabou sendo retirada brutalmente, com direito a serra elétrica. Um vídeo de toda a ação foi postado pelo popular Bruno Lumba e retrata bem como a prefeitura de Arcoverde age para tirar do caminho o que impede o conforto dos protegidos.

Confira o vídeo:


Mais de 70 anos - Leitor atento do blog De 1ª Categoria, Acilon Júnior, nos enviou mensagem - via Facebook - onde informou que a árvore derrubada hoje pode ter sido plantada há mais de 70 anos. Ele mandou também uma imagem do livro Ícones (de autoria do escritor já falecido Roberto Moraes, publicado em 2006, com fotos antigas de Arcoverde, que datam da década de 40), onde aparece uma árvore, semelhante à que foi cortada, plantada em frente à edificação onde  hoje funciona o Bar dos Motoqueiros, também na Praça da Bandeira. "Essa árvore em destaque na foto, é defronte ao Bar dos Motoqueiros, ela foi plantada na mesma época dessa que derrubaram hoje", contou Acilon.

Imagem da década de 40 mostra que àquela época as castanholas já estavam plantadas na Praça da Bandeira.
(Imagem: Reprodução/Livro Ícones, de Roberto Moraes).
Com informações do site A Folha das Cidades, do jornalista Paulo Edson.
Fotos e vídeo: Bruno Lumba.

Outro lado - A prefeitura de Arcoverde, através da sua secretaria de comunicação, enviou nota à nossa redação no final da tarde de hoje, onde explica que a árvore foi sacrificada depois de "uma decisão consensual entre os empresários do centro da cidade, quanto a retirada da  árvore do tipo Castanhola localizada, mais precisamente, na altura da loja Vidrex".

A nota, com explicações da diretora municipal de paisagismo, Jaqueline Coelho, diz ainda que "as raízes da árvore estavam prejudicando os imóveis e que, na semana passada, uma idosa se machucou ao tropeçar nas raízes, que estavam de fora do calçamento".

O esclarecimento oficial também fala sobre uma reposição de árvores no mesmo local, mas somente após o São João. "Para repor, serão plantadas duas Patas de Vaca cada uma já com quatro metros de altura. A pedido dos empresários e moradores da localidade, vamos plantar apenas depois do São João".

Confira a íntegra da nota recebida pelo De 1ª Categoria:

A Prefeitura de Arcoverde, por meio Secretaria de Serviços Públicos e da Diretoria de Paisagismo, informa a população que houve uma decisão consensual entre os empresários do centro da cidade, quanto a retirada da  árvore do tipo Castanhola localizada, mais precisamente, na altura da loja Vidrex. 

De acordo com a diretora de paisagismo, Jaqueline Coelho, as raízes da árvore estavam prejudicando os imóveis, inclusive, oferecendo problemas na tubulação e nas calçadas. Na semana passada, uma idosa se machucou ao tropeçar nas raízes, que estavam de fora do calçamento.

Para repor, serão plantadas duas Patas de Vaca (Bauhinia forficata) cada uma já com quatro metros de altura. “Mas a pedido dos empresários e moradores da localidade, vamos plantar apenas depois do São João, com o grajau de proteção, para que não haja nenhum dano as árvores”, esclareceu Jaqueline.

Só este ano de 2018, a Prefeitura de Arcoverde em parceria com a Arcotrans e a Compesa, dentro do projeto Florestar, plantou mais de 120 mudas de Ipês na cidade. “A nossa política nunca foi derrubar árvores aleatoriamente. Temos consciência da necessidade do verde para nosso município, queremos diminuir a poluição, amenizar o calor e ainda embelezar nossas ruas.”

Matéria atualizada às 21h02 para inserir as seguintes informações:
Imagem do que restou da árvore na noite desta segunda-feira (11);
Informações e imagem do leitor Acilon Júnior;
Resporta da prefeitura municipal sobre a decisão de derrubar a árvore.

Nenhum comentário

De 1ª Categoria - O Seu Melhor Programa, com Zalxijoane Lins . Tecnologia do Blogger.