Transferência de delegado revolta população de Arcoverde e gera abaixo assinado pela sua permanência


Atuando em Arcoverde, no sertão de Pernambuco, desde o mês de maio de 2018, o delegado de polícia Israel Rubis, lotado na 19ª Delegacia Seccional de Arcoverde (DESEC), postou na noite de ontem (25), no seu perfil do Facebook, uma informação que tem gerado revolta e indignação na população do município.

No post, em tom de despedida, Israel Rubis anuncia que foi transferido para Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata pernambucana. A informação tem gerado protestos nas redes sociais e nas ruas. Segundo informações do blog do Nill Júnior, há suspeitas de que a presidente da Câmara de Vereadores de Arcoverde, Célia Galindo (PSB), esteja por trás desse pedido de transferência.

Imagem: Reprodução/Facebook.

Além dos protestos, posts e indignação coletiva, o afastamento do delegado também gerou um abaixo assinado - postado no site da organização internacional Avaaz - "Contra a Transferência do delegado seccional de Arcoverde (19ª DESEC) Israel Rubis". Para assinar e reforçar o pedido, junto ao Governo do Estado, para que o delegado permaneça em Arcoverde, basta clicar aqui. A petição, que tem como destinatário o governador Paulo Câmara (PSB), já tem até o momento (15h30) quase 4 mil assinaturas.

"O delegado Israel Rubis nos últimos meses desempenhou um trabalho jamais visto na cidade de Arcoverde-PE, solucionou diversos crimes contra vida em tempo recorde, e ainda crimes ocorridos há décadas ele solucionou. E recentemente coordenou uma grande operação contra o narcotráfico na
região, várias pessoas foram presas (...) A população de Arcoverde e região não aceita essa transferência. Não a impunidade, não a corrupção. Solicitamos ao Governo do Estado de Pernambuco que reverta essa decisão", assim está descrita a petição de apoio ao delegado Israel, na página da Avaaz.

Confiança - A nossa reportagem conversou com Israel Rubis. O delegado, formado pela Universidade Federal de Campina Grande, é natural de Guarabira, também na Paraíba. Ele falou sobre como tem recebido essas manifestações de carinho da população arcoverdense.

"Isso tudo só está mostrando toda a confiança que as pessoas têm no meu trabalho. Só no ano passado, foram 11 grandes operações, onde conseguimos tirar de circulação bandidos perigosos, desarticulando quadrilhas que atuavam há muitos anos no interior de Pernambuco. Agradeço a todas as pessoas que estão do meu lado e que confiam no meu trabalho", declarou Rubis à reportagem do De 1ª Categoria.

A portaria com a transferência do delegado deverá ser publicada nesta sexta-feira (27) no Diário Oficial do Estado (DOE).

A última operação comandada por Rubis foi denominada Narcos, onde participaram 150 policiais. De acordo com a Polícia Civil, a investigação foi iniciada em 2018 com o objetivo de desarticular organizações criminosas. Ainda segundo informações da polícia, foram cumpridos 19 mandados de prisão preventiva e 27 mandados de busca e apreensão.

18h - ATUALIZAÇÃO:
Até às 18h desta quinta-feira (26) 4.534 pessoas já haviam assinado a petição pela permanência do delegado Israel Rubis em Arcoverde.

19h10 - ATUALIZAÇÃO:
No início da noite houve uma reunião entre empresários locais e entidades como Associação Comercial de Arcoverde (ACA), Sesc, Condica, Câmara de Dirigentes Logistas (CDL), Lions Clube, Rotary Clube, OAB Arcoverde e Maçonaria para discutir ações que evitem a transferência do delegado Israel Rubis.

De acordo com o advogado e ex-vereador Luciano Pacheco, que também participou do encontro, a reunião, que contou com cerca de 60 pessoas, mostrou que todas as entidades e empresários da cidade estão mobilizados em defesa da permanência do delegado.

Ao final da reunião, o grupo foi até a prefeitura, onde conversou com a prefeita Madalena Britto (PSB). "Os representantes das entidades cobraram uma posição firme da prefeita, como um pronunciamento público ou um encaminhamento ao governador, apoiando a permanência do delegado", contou Pacheco.

Até agora não houve nenhum pronunciamento da prefeita do município ou de qualquer vereador local sobre o caso.

Hoje a noite haverá mais uma reunião com o mesmo grupo, no auditório da Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde (Aesa). Amanhã (27) às 10h haverá uma nova manifestação pública em frente à Câmara de Vereadores, no Centro de Arcoverde.

A qualquer momento poderemos atualizar este post novamente.

Reportagem: Zalxijoane Lins, da redação.
Imagens: Reprodução/Facebook.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.