Arcoverde fecha semestre com 15 estupros e mais de 150 casos de violência doméstica


Além de liderar os casos de homicídio nos seis primeiros meses de 2017, com treze (13) vítimas, o município de Arcoverde fechou o semestre com pelo menos quinze (15) casos de estupro registrados pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco. O segundo município que registrou mais casos de estupro foi Custódia, com cinco (5) vítimas, seguido por Sertânia com quatro (4).

Ainda na 19ª Área Integrada de Segurança (AIS), com sede em Arcoverde, registraram casos de estupro as cidades de Tupanatinga e Pedra com 3 cada uma; Buíque com 2; Itaíba e Venturosa, um caso em cada uma.

No tocante à violência doméstica e familiar do sexo feminino, Arcoverde chega ao final do 1º semestre de 2017 com 173 casos registrados. Em 2016 o município teve um total de 397 vítimas. Buíque foi o segundo município que mais registrou casos de violência doméstica com 90 vítimas. Em terceiro vem as cidades de Sertânia e Custódia com 52 casos cada uma.

Na posição intermediária vem as cidades de Pedra com 30 casos, Ibimirim com 24 e Itaíba com 21 mulheres vítimas da violência doméstica na 19ª AIS. Os três municípios com menores registros de vítimas foram Venturosa (19), Manari (12) e Tupanatinga (6). Fonte: A Folha das Cidades, do jornalista Paulo Edson Ramos.

Ligue 180 - Para denunciar a violência doméstica e outros tipos de violência contra a mulher, existe o número 180, a Central de Atendimento à Mulher. O Ligue 180 funciona como disque-denúncia da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM) do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.

Duzentas e cinquenta atendentes se revezam para atender ligações 24 horas por dia, todos os dias da semana, serviço disponível em todos os Estados. Elas dão orientações, esclarecem dúvidas e podem registrar denúncias de agressões, tudo de forma sigilosa e segura.

As atendentes são capacitadas para ajudar de todas as formas a mulher que esteja em situação de violência. O Ligue 180 trabalha de forma conjunta com a rede de atendimento do Brasil, formada por serviços municipais e estaduais.

Em Arcoverde foi criada em 2016 a Coordenadoria da Mulher, que tem como objetivo principal a prevenção e o combate da violência contra a mulher. O serviço funciona das 8h30 às 16h30, na rua Prudente de Moraes, 234, no Centro.

Por Zalxijoane Lins, com informações da SPM e da Coordenadoria da Mulher de Arcoverde.
Foto: Reprodução/O Popular (PR).
(Ao copiar informações daqui, favor inserir os créditos).

Nenhum comentário

De 1ª Categoria - O Seu Melhor Programa, com Zalxijoane Lins . Tecnologia do Blogger.