São João 2017: Comerciante denuncia abuso de autoridade de funcionário da prefeitura

Lira Cultural está sendo prejudicada com a colocação de duas barracas na frente da sua entrada.
(Fotos: Mércia Lira/Lira Cultural).
O setor responsável pela montagem das barracas de venda de comidas e bebidas pra o São João de Arcoverde está exagerando e sendo, no mínimo, intransigente com os comerciantes que têm os seus pontos comerciais fixos localizados nos arredores da festa, na Praça da Bandeira.

O blog A Folha das Cidades já havia denunciado que barracas foram montadas em frente a alguns bares e restaurantes que também funcionam no período junino. Os comerciantes, claro, se sentem prejudicados.

A nossa reportagem acabou de receber uma denúncia de Mércia Lira, proprietária da Livraria Lira Cultural, localizada na Praça da Bandeira, e que não trabalha com os produtos da marca de bebidas que está patrocinando uma parte do São João de Arcoverde neste ano. Confira a denúncia e as fotos:

"Acabaram de fechar a frente da Lira Cultural - com duas barracas enormes - em retaliação porque não vendemos os produtos da marca de bebidas patrocinadora. A Lira Cultural tem um contrato com a Coca Cola há sete anos e nós nunca tivemos esse tipo de problema em nenhuma das festas de rua de Arcoverde. A Lira é a única livraria de Arcoverde - único ponto cultural particular do município, não deveríamos estar passando por isso logo nesse período quando as vendas melhoram um pouco".




Conversamos há pouco com a comerciante, que detalhou o ocorrido. "Veio um rapaz da prefeitura - que não deu o nome e se identificou como o responsável pela montagem das barracas - junto com um representante da marca de bebidas patrocinadora do São João. Eles disseram que eu não poderia vender os meus produtos e que teria que comprar os da marca patrocinadora. Eu tenho um contrato com a Coca Cola e se houver quebra (no caso de vender outra marca) tenho que pagar uma multa no valor de R$ 15 mil".


A história não para por aí. Segundo a comerciante, a pessoa da prefeitura disse que a livraria não estava vendendo a marca de bebida patrocinadora do São João por questões políticas. "O que tem haver um contrato que temos com a marca Coca Cola - onde não podemos quebrar esse contrato em detrimento de outra marca de bebida - com questões políticas? O prédio da Lira Cultural é de propriedade de Nerianny. Então, nesse caso, seria por questões políticas do lado da prefeitura, não temos nada haver com isso", reclamou a comerciante.

Outros pontos comerciais da Praça da Bandeira também estão prejudicados com esse patrocínio da marca de bebidas. Eles também têm freezers com produtos de outras marcas e como estão sendo obrigados a colocar as bebidas da patrocinadora para não ter o ponto fechado, a marca que comercializam está recolhendo as suas geladeiras e freezers.

Entramos em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura de Arcoverde para falar sobre o assunto e estamos aguardando um posicionamento oficial.

ATUALIZAÇÃO (18.06.2017, 11h55).

A nossa reportagem foi informada na noite de ontem que as duas barracas foram retiradas da frente da Lira Cultural por volta das 20h. Confira a nota postada na página da livraria no Facebook:

"Queremos agradecer aos amigos que compartilharam, curtiram e comentaram nossa publicação anterior, sobre a barraca colocada em frente à livraria, e ao mesmo tempo informar, que, graças a repercussão nas mídias sociais, a situação foi resolvida. Esperamos sua visita!"

Por Zalxijoane Lins.
Fotos: Mércia Lira/Lira Cultural.
(Ao copiar informações daqui, favor inserir os créditos).

2 comentários:

  1. Não entraram em contato com a prefeitura? No jornalismo não tem que ouvir os dois lados? Rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde BS... Acho que vc fez esse mesmo comentário na postagem que fizemos no Facebook, seu nome é Breno Siqueira, não é isso? Se vc atentar melhor ao texto vai perceber que a nossa reportagem entrou, sim, em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura. Esse canal, diferente de outros, ouve sempre os dois lados, pede respostas, mas nem sempre temos o retorno esperado. Segue também e mesma resposta que te mandei no seu post do Facebook: "Sim, a reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação, Breno Siqueira. Não nos deram nenhum retorno ainda, mas, como vc pode ver aqui nos comentários, graças a repercussão deste post, as barracas foram retiradas. Bom dia."

      Excluir

De 1ª Categoria - O Seu Melhor Programa, com Zalxijoane Lins . Tecnologia do Blogger.