Banda Som da Terra lança disco em homenagem a blocos líricos


Em defesa das tradições carnavalescas, a banda pernambucana Som da Terra escolheu homenagear o frevo de bloco e os blocos líricos locais no novo disco, Som da Terra em Bloco (R$ 9,99), que foi lançado hoje na loja Passa Disco, no Parnamirim, Zona Norte do Recife. 

Com 12 faixas, o repertório do álbum inclui inéditas autorais e hinos simbólicos da festa de Momo, como Madeira que Cupim Não Rói, Último Regresso e Evocação nº 1. O pocket show de lançamento contou com a participação de agremiações como O Bonde, Bloco da Saudade, Bloco das Flores, Flor da Lira, Um Bloco em Poesia, Compositores e Foliões e Madeira do Rosarinho.

Foto: Carolina Leitão para o Blog Falando Francamente.
No mesmo local, a banda Som da Terra gravou videoclipe da inédita Alegria Perdida, registrada no disco com participação do bloco pernambucano Cordas e Retalhos. “Vamos ao lirismo dos blocos / ver a poesia vestida além das fantasias”, dizem versos da música, dedicada a enaltecer os blocos líricos locais e seu papel no carnaval de rua pernambucano.

“Esses grupos estão esquecidos pelo povo, estão se perdendo. Não há músicos e bandas empenhados em devolver a eles o brilho dos antigos carnavais, a não ser as bandas dos próprios blocos, mas muitos não sabem que continuam ativas”, explicou o vocalista Rominho Pimentel. Para ele, o videoclipe e o novo disco devem fortalecer a produção atual dos grupos, que estaria, ainda segundo o músico, bastante associada ao saudosismo e a décadas pregressas.

“Precisamos valorizar a manutenção dos blocos na atualidade, abrir espaço para eles hoje, renová-los, respeitando o lirismo atemporal deles”, pontuou Rominho. O grupo assume, no álbum, as vozes do Coral Harmônico Som da Terra, criado para subverter a tradição do canto feminino à frente dos blocos líricos. A ideia é abrir novas possibilidades às tradições.

Com shows confirmados nos desfiles do Virgens de Verdade Abraça Brasil e Virgens do Bairro Novo, em Olinda, na prévia Bloco do Oiti, na Zona Norte do Recife, e no Galo da Madrugada, pelas ruas do Centro, Som da Terra vai empunhar flabelo com o título do disco e promete surpresas para a folia deste ano.

“Em 2016, nos apresentamos com um tapete voador. Antes, ‘toquei fogo’ no trio e troquei de figurino em três segundos. Sempre organizamos performances com efeitos especiais, não será diferente agora, mas não podemos revelar detalhes”, disse, antecipando que, no Galo, endossará o tributo a Alceu Valença e Jota Michiles - os homenageados do bloco neste ano.

Para adquirir o novo disco da banda Som da Terra, basta acessar a loja online da Passa Disco ou acessar pelo Facebook ou Instagram. O telefone de lá é o (81) 3268-0888 e o e-mail é contato@passadisco.com.br.

Banda Som da Terra lança disco em homenagem aos blocos líricos. Foto: Kaká Morais/Divulgação
Duas perguntas: Rominho Pimentel, vocalista da banda Som da Terra

Como foi selecionado o repertório do novo disco?
O álbum é uma homenagem ao frevo de bloco, aos blocos líricos, às tradições e à nostalgia do carnaval pernambucano. A ideia é resgatar essa riqueza da cultura popular, que vem perdendo protagonismo na festa. Jota Michiles, Bráulio e Fátima de Castro, Rogério Rangel, Climério Filho e Artur Machado assinam algumas das composições. Optamos pelos hinos mais tradicionais, que não podem faltar no carnaval pernambucano, como Madeira que cupim não rói e Evocação nº1.

Quais outros projetos o Som da Terra prevê para este ano?
Vamos lançar, até o fim do primeiro semestre deste ano, o DVD Pernambuco num só coração, em comemoração aos 40 anos de carreira da banda. Nós gravamos o material em show no Parque Dona Lindu, no Pina, em 2015, com participação especial de 40 artistas locais, um para cada ano de estrada do grupo. Também neste ano, vamos tocar adiante o projeto Rei e Menestrel: Gonzaga e Noel, com repertório dedicado aos sucessos de Luiz Gonzaga e de Noel Rosa, misturando samba e baião. Esse projeto acaba de ganhar incentivo da Lei Rouanet. Além disso, vamos organizar nossas apresentações temáticas de carnaval, com figurino próprio e efeitos especiais.

Fonte: Larissa Lins, do Diário de Pernambuco.
Imagem: Divulgação - Som da Terra/Passa Disco.
(Ao copiar - textos e imagens - favor inserir os créditos).

Nenhum comentário

De 1ª Categoria - O Seu Melhor Programa, com Zalxijoane Lins . Tecnologia do Blogger.